Saint-Malo: a cidade de corsários imperdível da Bretanha

Situada na costa norte da Bretanha, Saint-Malo é um destino imperdível que conquistou os corações dos visitantes durante séculos. Conhecida como a “Cidade dos Corsários”, esta cidade portuária medieval oferece uma mistura única de encanto histórico, beleza natural e atmosfera marítima. Das suas majestosas muralhas às suas praias douradas, Saint-Malo atrai os viajantes que procuram aventura, história e descontração. Vamos dar uma vista de olhos à história desta cidade mundialmente famosa antes de partirmos à descoberta deste destino turístico que acolhe mais de um milhão de visitantes na Bretanha todos os verões.

História de Saint-Malo

As origens de Saint-Malo remontam à época celta, quando os povos armoricanos se instalaram na região. Após a conquista romana, a cidade passou a ser conhecida como Aletum. Na altura, era uma importante cidade portuária e uma base militar estratégica para os romanos que conquistaram a Bretanha. Nessa altura, o rochedo sobre o qual Saint-Malo devia ser construída estava vazio: mais a sul ficava a cidade gaulesa de Aleth, atualmente conhecida como Saint-Servan. Em meados do século VII, quando o bispo de Aleth escolheu o rochedo para sua residência, desenvolveu-se um pequeno povoado. No rescaldo da Revolução Francesa, o turismo balnear apareceu na cidade dos corsários. Até 1824, o porto de Saint-Malo era um dos maiores de França. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi fortificada pelos alemães. Quando foi libertada em 1944, Intra-Muros foi bombardeada e 80% da cidade fortificada foi destruída. A cidade foi reconstruída ao estilo antigo, tendo sido poupadas as muralhas. Em 1967, as comunas de Saint-Malo, Saint-Servan e Paramé fundiram-se. Atualmente, Saint-Malo é um destino turístico de verão obrigatório, bem como um porto comercial e de iates.

O porto de Saint-Malo no sopé da Cidade dos Corsários
O porto de Saint-Malo no sopé da Cidade dos Corsários

Pessoas famosas e corsários

Saint-Malo é, desde há muito, um bastião da aventura e da intrepidez marítimas. Ao longo dos séculos, a cidade fortificada testemunhou o nascimento e a prosperidade de muitas figuras notáveis, incluindo os famosos corsários que sulcavam os mares:

  • Robert Surcouf (1773-1827) – Rei dos corsários

Robert Surcouf é, sem dúvida, uma das figuras mais emblemáticas de Saint-Malo. Nascido numa família de marinheiros, rapidamente embarcou numa aventura marítima. Capitão destemido e excelente tático, Surcouf era temido pelos britânicos e respeitado pelos seus homens. Tornou-se famoso pelas suas ousadas capturas contra navios inimigos durante as Guerras Napoleónicas. A sua captura do “Kent”, um navio britânico muito maior e mais bem armado do que o seu, tornou-se lendária. A sua fama valeu-lhe a alcunha de “Rei dos Corsários”. Robert Surcouf tornou-se um símbolo da resistência dos Malouin face à adversidade.

  • René Duguay-Trouin (1673-1736) – O estratega conquistador

René Duguay-Trouin é outro corsário famoso de Saint-Malo. Ainda jovem, embarcou na sua primeira expedição marítima, durante a qual foi capturado e escravizado pelos espanhóis. Mas isso só reforçou a sua determinação. Posteriormente, conduziu campanhas audaciosas na América do Sul e na Ásia, com a autorização do rei de França, Luís XIV, que residia em Versalhes. Duguay-Trouin é mais conhecido por ter conquistado a cidade do Rio de Janeiro em 1711, demonstrando o seu talento como estratega conquistador. A sua bravura e as suas façanhas valeram-lhe o título de cavaleiro do rei, tornando-o uma figura lendária na cidade portuária medieval.

  • Jacques Cartier (1491-1557) – O explorador visionário

Uma das figuras mais emblemáticas da cidade é Jacques Cartier. Este visionário foi a força motriz da exploração francesa na América do Norte. Em 1534, efectuou a sua primeira viagem ao Novo Mundo, descobrindo a Terra Nova e o Golfo de São Lourenço. No ano seguinte, regressou e explorou o rio São Lourenço, abrindo caminho para a colonização francesa no Canadá. Jacques Cartier encarna o espírito de aventura e de descoberta que ainda hoje move Saint-Malo.

  • Chateaubriand (1768-1848) – Escritor e político

François-René de Chateaubriand, figura incontornável do Romantismo literário, encontrou nas paisagens encantadoras de Saint-Malo uma fonte de inspiração inigualável. Nascido na cidade velha, os seus romances e memórias estão repletos de descrições pormenorizadas da costa bretã, das tempestades furiosas do Atlântico e da beleza escarpada das falésias viradas para o oceano. Uma das suas obras mais famosas, “Les Mémoires d’Outre-Tombe”, tem uma relação especial com Saint-Malo. Nesta monumental obra autobiográfica, Chateaubriand recorda a sua infância na cidade e as suas memórias nostálgicas. Descreve as paisagens com uma paixão desenfreada e retrata com ternura as ruas da cidade onde cresceu.

Forte Nacional de Saint-Malo, em frente ao Intra-Muros
Forte Nacional de Saint-Malo, em frente ao Intra-Muros

As muralhas de Intra-Muros

As muralhas de Saint-Malo datam do século XII, altura em que a cidade começou a erguer fortificações para se proteger das invasões. Foram construídos gradualmente ao longo dos séculos, com melhorias e ampliações regulares para fazer face a ameaças externas. Como porto estratégico da Costa Esmeralda, Saint-Malo desempenhou um papel crucial nas actividades marítimas, incluindo a pirataria e o comércio. As muralhas eram, portanto, essenciais para proteger os bens preciosos que entravam e saíam da cidade. As imponentes muralhas de pedra, os baluartes e as torres criam uma imagem impressionante do antigo poder e da importância de Saint-Malo como fortaleza. Formam um circuito contínuo que se estende por cerca de dois quilómetros. Eles circundam a cidade velha, também conhecida como Intra-Muros, criando uma atmosfera intemporal. Um passeio ao longo das muralhas oferece vistas panorâmicas espectaculares do oceano, das praias douradas, do movimentado porto e das ruas empedradas da cidade velha. As ruas estreitas de Intra-Muros estão repletas de boutiques encantadoras, cafés pitorescos e restaurantes que servem especialidades locais de fazer crescer água na boca. Artistas de rua, músicos e artesãos contribuem para a atmosfera animada e amigável da cidade histórica.

As praias de Saint-Malo

Saint-Malo oferece uma grande variedade de praias, desde vastas extensões de areia fina a pequenas enseadas íntimas e falésias íngremes. As praias estão espalhadas ao longo da costa, permitindo aos visitantes escolher o seu cenário preferido para um dia relaxante junto ao mar. As praias da cidade também oferecem uma série de actividades para manter os turistas de todas as idades entretidos. Os mais aventureiros podem aproveitar as ondas para praticar surf, windsurf ou kite-surf. Muitos clubes locais oferecem cursos para principiantes, para que qualquer pessoa possa experimentar estes emocionantes desportos aquáticos.

1. Praia do Sillon: A Praia do Sillon é, sem dúvida, uma das praias mais famosas de Saint-Malo. Com mais de 3 quilómetros de extensão, esta praia de areia fina oferece aos veraneantes muito espaço para relaxar e desfrutar das águas cristalinas do Canal da Mancha. Repleta de restaurantes, bares e cafés, a praia de Sillon é o local ideal para um dia de sol com a família ou amigos. Também pode admirar a vista deslumbrante sobre as muralhas da cidade velha, acrescentando um toque de história à sua experiência à beira-mar.

2. Praia de Bon-Secours: A praia de Bon-Secours está situada perto do centro histórico da cidade. Embora mais pequena do que a praia de Sillon, oferece, no entanto, um encanto único com as suas cabanas de praia coloridas e uma atmosfera amigável. É o local perfeito para os viajantes que procuram tranquilidade e privacidade, mas apenas a poucos passos das ruas movimentadas da cidade.

3. Praia do Éventail: Se procura uma praia mais selvagem e intacta, a Praia do Éventail é para si. Situada a leste das muralhas, esta praia está rodeada por falésias e oferece vistas panorâmicas sobre o mar. O acesso a esta enseada pode ser um pouco complicado, mas quando lá chegar será recompensado pela beleza natural e pelo ambiente tranquilo do local.

4. Praia de Rochebonne: A praia de Rochebonne é outra das jóias de Saint-Malo, particularmente popular entre as famílias. Com a sua areia fina e águas pouco profundas, é o local ideal para as crianças se divertirem com toda a segurança. Os entusiastas do desporto também encontrarão muito para fazer aqui, graças aos muitos desportos aquáticos oferecidos, incluindo caiaque, paddle boarding e vela.

5. Praia da Éclusa: Situada mesmo ao lado do Intra-Muros, a Praia da Éclusa é a primeira praia que se vê quando se chega a Saint-Malo. A sua localização central faz com que seja um local popular para relaxar, mas também pode ficar lotado no auge da época. No entanto, oferece uma vista imbatível das muralhas e dos barcos que entram e saem do porto, criando uma atmosfera única.

Um passeio ao longo do Sillon de Saint-Malo
Um passeio ao longo do Sillon de Saint-Malo

Monumentos a descobrir

1. Catedral de São Vicente: uma joia do gótico

Situada no coração da cidade medieval, a catedral de Saint-Vincent é uma obra-prima da arquitetura gótica. Construída entre os séculos XII e XIX, apresenta uma fachada imponente e ricamente esculpida. No interior, descobrirá magníficos vitrais e o mausoléu de René Duguay-Trouin, o famoso corsário de Saint Malo. O ambiente tranquilo que reina na catedral torna-a um local ideal para contemplar e descobrir a história religiosa de Saint-Malo.

3. Castelo de Saint-Malo: vestígios da história militar

Dominando a cidade, o Château de Saint-Malo é outro testemunho da história rica e tumultuosa da cidade corsária. Construída no século XII, foi destruída e reconstruída várias vezes ao longo dos séculos. Hoje em dia, alberga o museu de história da cidade, onde se pode mergulhar no passado marítimo de Saint-Malo e descobrir colecções de objectos, modelos e documentos que retratam a saga dos navegadores e corsários de Saint-Malo.

4. O Tour Solidor: guardião do estuário do Rance

Situado na foz do rio Rance, em Saint-Servan, o Tour Solidor é um monumento imperdível em Saint-Malo. Construído no século XIV, fazia parte de uma série de fortificações destinadas a proteger a cidade. Atualmente, é a sede do Musée International du Long-Cours Cap-Hornier, dedicado à história da vela. A partir do Tour Solidor, pode desfrutar de uma esplêndida vista sobre o estuário do Rance e a paisagem marítima circundante.

5. O Forte Nacional de Saint-Malo

Situado numa pequena ilha rochosa, este forte emblemático oferece vistas espectaculares sobre a cidade corsária e o Oceano Atlântico circundante. Construído no século XVII por ordem de Luís XIV, o Forte Nacional é um testemunho vivo da engenharia militar da época, com as suas enormes muralhas, baluartes e canhões majestosos. Percorrer os seus corredores de pedra é como recuar no tempo, revivendo momentos fundamentais da história da região. Atualmente, o Forte Nacional não é apenas uma atração turística popular, mas também um símbolo do património cultural de Saint-Malo, recordando aos visitantes o rico passado marítimo da cidade.

O início da Route du Rhum

Desde a sua criação em 1978, a Route du Rhum é o sonho dos amantes do mar, dos velejadores e do público em geral. Esta regata, que vai de Saint-Malo a Pointe-à-Pitre, em Guadalupe, é um evento exigente e testado em solitário, em que os skippers têm de enfrentar o Oceano Atlântico em toda a sua majestade e poder. Ao longo de uma distância de cerca de 3500 milhas náuticas, os velejadores competem com talento, perseverança e coragem para atravessar o oceano, muitas vezes varridos por ventos violentos e ondas impressionantes. A Route du Rhum não é apenas uma aventura marítima excecional, mas também um evento popular que atrai milhares de espectadores à aldeia temporária montada nos cais de Saint-Malo. Para além das multidões que aplaudem os velejadores e lhes desejam boa sorte, a regata goza de uma cobertura mediática internacional, com milhões de fãs a seguirem de perto cada etapa.

As muralhas de Saint-Malo oferecem uma vista deslumbrante sobre o mar
As muralhas de Saint-Malo oferecem uma vista deslumbrante sobre o mar

Locais a visitar em redor de Saint-Malo

Nas proximidades, os visitantes encontrarão uma série de destinos fascinantes. Quer seja um amante do património histórico, de panoramas de cortar a respiração ou da natureza intacta, os locais a visitar perto de Saint-Malo irão certamente satisfazer os desejos dos viajantes que procuram uma escapadela.

  1. Mont Saint-Michel: Património Mundial da UNESCO, o Mont-Saint-Michel é uma ilha rochosa situada a cerca de 50 quilómetros de Saint-Malo. Esta maravilha arquitetónica é famosa pela sua abadia medieval, situada no topo de um afloramento rochoso e rodeada pelas águas da baía. Na maré baixa, o acesso à ilha faz-se pelo caminho pedonal, enquanto na maré alta, os autocarros de transporte levam-no até lá com toda a segurança. A vista panorâmica da abadia é de cortar a respiração, oferecendo uma paisagem que muda com as marés.
  2. Dinard : Situada do outro lado do estuário do Rance, em Saint-Malo, a estância balnear de Dinard é famosa pelas suas praias de areia, arquitetura Belle Époque e jardins luxuriantes. Passeie ao longo da Promenade du Clair de Lune para desfrutar de vistas deslumbrantes sobre a Baía de Saint-Malo e descubra as magníficas villas do século XIX. Dinard é também conhecida pelo seu festival anual de cinema britânico.
  3. Dinan: Situada a cerca de 30 quilómetros para o interior de Saint-Malo, Dinan é uma cidade medieval intacta, aninhada nas margens do rio Rance. Esta pitoresca cidade é famosa pela sua notável arquitetura medieval, ruas empedradas e casas em enxaimel bem preservadas. Um passeio pelas ruas de Dinan é como voltar atrás no tempo.
  4. O Pointe du Grouin: Situado a apenas 15 quilómetros a norte de Saint-Malo, o Pointe du Grouin é um ponto de encontro privilegiado dos amantes da natureza e das paisagens selvagens. Esta localização oferece vistas espectaculares sobre o mar, com falésias íngremes e caminhos pedonais costeiros. É também um ótimo local para observar as aves marinhas que sobrevoam o local.
  5. Cancale: A cerca de 15 quilómetros a leste de Saint-Malo fica Cancale, uma pequena cidade portuária conhecida pelas suas ostras e marisco fresco. Pode passear pelo movimentado porto e provar ostras frescas diretamente dos produtores locais. As marés baixas também revelam grandes extensões de areia onde se pode pescar a pé. Cancale é um local ideal para os gourmets e os amantes do mar.
  6. Cap Fr éhel: O Cap Fréhel é famoso pelas suas falésias de arenito cor-de-rosa, que se elevam a mais de 70 metros acima do mar. Oferecem vistas panorâmicas de cortar a respiração sobre o Oceano Atlântico, o Canal da Mancha e a costa da Bretanha circundante. Perto de Cap Fréhel, pode também descobrir os restos do Fort-La-Latte, um castelo fortificado construído no século XIV num promontório rochoso. O castelo oferece vistas panorâmicas sobre o mar e é frequentemente utilizado como cenário para filmes históricos.

Saint-Malo, um destino emblemático na Bretanha

Hoje em dia, Saint-Malo continua a ser uma cidade dinâmica, combinando brilhantemente o seu património histórico com o modernismo. O turismo, a pesca, as actividades portuárias e as indústrias relacionadas com o mar continuam a ser importantes motores económicos para a região. Os visitantes podem deambular pelas ruas calcetadas da cidade velha, passear ao longo das muralhas para admirar as deslumbrantes vistas do mar ou saborear as deliciosas especialidades locais nos muitos restaurantes e bares da cidade. Saint-Malo continua a ser um dos destinos mais emblemáticos da Bretanha, um lugar onde a história turbulenta dos corsários e a beleza encantadora da costa bretã se combinam. A cidade dos corsários é e continuará a ser um ícone do património marítimo francês, uma cidade que recorda com orgulho o seu passado lendário e continua a seduzir os viajantes em busca de evasão e aventura.

Para mais informações, visitar www.saint-malo-tourisme.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

SPONSOR

spot_img

LATEST

À descoberta dos Chantiers de l’Atlantique em Saint-Nazaire

Chantiers de l'Atlantique é o estaleiro naval situado em Saint-Nazaire, na região do Loire. Herdeiro de vários estaleiros que se sucederam desde 1862, o...

A Torre Eiffel, 3º monumento mais visitado em França

A Torre Eiffel é um monumento parisiense emblemático que atrai milhões de turistas todos os anos. Inaugurada em 31 de Março de 1889 para...

Os Hospices de Beaune: património, história e paixão pelo vinho

No coração da Borgonha, região francesa conhecida em todo o mundo pela sua excelência vitivinícola, ergue-se um monumento que simboliza a combinação perfeita entre...

O Palácio dos Papas em Avignon, a maior fortaleza gótica

O Palácio dos Papas de Avignon é uma famosa fortaleza gótica, situada no departamento de Vaucluse, na região de Provence-Alpes-Côte d'Azur. Fortaleza e palácio,...

A Route du Rhum, a famosa corrida transatlântica de Saint-Malo

A Route du Rhum é uma regata à vela solitária criada em 1978 por Michel Etevenon, a partir de uma ideia de Bernard Hass...